Tem certos dias em que eu penso em minha gente

E sinto assim todo o meu peito se apertar

Esse fim de semana eu não tinha planos a não ser a vinda relâmpago do Alex, vindo da Alemanha, pra ficar umas horinhas comigo entre sábado e domingo. Sexta morri de preguiça de sair sozinha, a Paola tá fazendo um estágio em outro hospital que tá saindo super tarde, o pessoal aqui do hospital parece meio casadão e caseirão, então fiquei de boa em casa no melhor estilo #nofriends só atualizando meu orçamento, arrumando minhas coisas e comendo um monte de doces, hahahaha.

IMG_9368 IMG_9370

Sábado dormi bem à vontade e acordei com planos malignos de comer uma SUPER bratwurst num lugar sensacional que tem aqui: Herman ze German! Uma mini cadeia de lanchonetes autenticamente alemãs… aliás, AMO isso aqui! Você vai num restaurante italiano e é de fato recebido com um Buonasera, como se estivesse mesmo entrando na Itália. E pedidos na língua de origem são super bem-vindos. Mas continuando, eles servem vários tipos de salsichas, com uma cebola bem crispy em cima, de fazer inveja no Outback! Sei que perambulei pelo Soho sem pressa à procura do tal lugar e quando cheguei lá já tava morta de fome! Gente, que delícia!!! Só de lembrar me dá água na boca de novo! E pros alemõezões mais raça, ainda dá pra pedir chucrute por cima, heheheh. Bem legal mesmo, me fez pensar em quantos turistas acabam se entregando ao McDonald’s quando tem uma coisa tão interessante por perto. Uma pena! Porque tem um em Charing Cross, bem pertinho da Trafalgar Square, e outro no Soho. Então poderia muito bem ser um lanche mais interessante, por £2 a mais do que pagariam por uma McOferta. Por outro lado, às vezes a gente não tá a fim de investir tempo nem energia à procura de comida. Mas nesse caso, se fosse eu, comeria um qualquer coisa numa barraquinha de esquina, aqui é cheio de barraquinhas de turcos vendendo falafel e etc. Enfim, chega de elocubrações! Fato é que tava uma delícia!

IMG_9382

IMG_9384

IMG_9385

IMG_9386

Depois passeei um pouco pela Chinatown, ainda toda enfeitada pro ano novo chinês, que foi dia 19 de fevereiro se não me engano. Muito legal essa parte da cidade, adoro passear por ali! A quantidade de cafezinhos despretensiosos e londrinos fazendo a fotossíntese e comendo al fresco é surreal! Isso que a temperatura subiu só de 10 pra 13, 14 graus… Imagina no verão! Hehehehe

IMG_9394

IMG_9393

IMG_9399

Sim, tenho 12 anos, hehehe sempre dou risada sozinha quando passo na frente desse restaurante!

Sim, tenho 12 anos, hehehe sempre dou risada sozinha quando passo na frente desse restaurante!

IMG_9405 IMG_9404

Meu destino final era The Photographer’s Gallery pra ver a exposição Human Rights Human Wrongs. Tinha um tour guiado com uma das curadoras da exposição e, por motivos óbvios, não dá pra dizer que a exposição é legal, pelo simples fato de que você se lembra o tempo todo das atrocidades que o ser humano é capaz de fazer… Holocausto, apartheid, genocídio em Ruanda, fome na Nigéria, torturados da guerra do Japão contra a China, enforcados por crimes banais no Oriente Médio… A lista parece não ter fim. Na verdade a reflexão principal que eles pretendem ali é sobre como o fotojornalismo influencia a reação e mobilização que surgem após a divulgação das imagens. Uma coisa que eu não sabia era que as primeiras imagens de campos de concentração nazistas foram divulgadas no dia 07 de maio de 1945, praticamente ao mesmo tempo em que ocorria uma reunião de chefes de estado em São Francisco que basicamente foi o pontapé inicial pra criação da ONU, que por sua vez teve como gatilho inicial um jantar organizado pela Eleanor Roosevelt em que ela questionou chefes de estado sobre a possibilidade de criarem uma organização supra-nação pra tentar evitar atrocidades como as que tinham acabado de acontecer… Interessante, né? E totalmente digrátis! Como não amar essa cidade?!!!

IMG_9410

IMG_9412

IMG_9416 IMG_9417 IMG_9414 IMG_9413

Fiz aqueeeele banho da beleza depois, que tava precisando porque o frio tá castigando demais a minha pele. Comprei os hidratantes mais potentes que encontrei pro corpo e curti umas duas horas de dondocagem, com direito a fazer as unhas e tudo. Quando eu digo fazer as unhas, eu quero dizer fazer as unhas menos pintar, porque aqui é um big no-no pintar as unhas pra mulherada que trabalha em centro cirúrgico 😦 certo, mas triste! Hehehe

Quando o Alex chegou, fomos logo jantar num italiano aqui pertinho de casa, o Olivelli. Esse restaurante fica num cantinho meio escondido atrás da Oxford Street que eu adoro, o St. Christopher’s Place. Não tirei fotos ontem porque a máquina do meu celular pifou (sim, obrigada!), mas outra hora passo ali com a câmera e bato umas fotos. É um cantinho muito simpático que tem a maior cara de piazza de cidade pequena, sabe? Nem parece que estamos em Londres!

Gente, que comida boa e bem servida! E o garçom adorou que dizíamos obrigado em italiano quando ele vinha trazer as coisas, hehehehe. Ficamos lá batendo altos papos até tarde, quando vimos já era quase meia noite (super tarde pra padrões ingleses!). Bem gostoso! Aí viemos pra casa e nossa sobremesa foi a mini Sacher Torte que o Alex ganhou do pai dele, coisa mais bonitinha, uma tortinha de uns 15cm de diâmetro, com o selo do hotel Sacher, e olha… coisa bem boa! Bem balanceada porque a massa não é doce demais e o ganache que vai de cobertura é de chocolate meio amargo… Mas confesso que sou meio formigona demais e se fosse mais doce, provavelmente teria gostado mais ainda!

Hoje cedo acordamos e fomos tomar um Full English Breakfast num cafezinho na Baker Street que era tão feinho, mas tão feinho, que nem o melhor fotógrafo do mundo salvaria, então deixei quieto hahahahaha… Mas you get what you pay for, então nem reclamei e comi meu infarto no prato por apenas £5 sem reclamar, porque tava de fato uma delícia! Depois disso fomos caminhar um pouco no Regent’s Park e de novo nem me animei de tirar fotos, tava um dia tão amuadinho e cinza que só me contentei em pensar como vai ser na primavera. Tem milhares de plaquinhas com nome de flor nos jardins, deve ser um deslumbre! E uma coisa que eu não sabia, que o Alex apontou pra me mostrar, é que narcisos (daffodils, não conheço essa flor, nem sei se tem no Brasil) aqui são “um sinal de que a Páscoa tá chegando”, porque são as primeiras a florescer, antes do início da primavera!

IMG_9420

Aí fui com ele até a Victoria Coach Station, porque é de lá que vou pra Stratford-upon-Avon semana que vem, e confesso que teria me batido um pouco pra achar. Porque é uma rodoviária normal, mas é meio longe da estação normal de trem, e tem vários ônibus que saem de uma terceira parte da estação, enfim… meio confuso, ainda bem que fui com ele que aí não preciso chegar com mil horas de antecedência sábado de manhã 🙂

IMG_9426

IMG_9433

E outra coisa delicioooosa do meu dia foi o queijo espanhol que ele me trouxe da Alemanha, que eu AMO e nunca encontrei aqui, todo coberto de pimenta e cremoso por dentro, uma maravilha! Então foi assim que terminei meu dia, resolvendo coisas na internet e degustando meu queijinho 🙂 not bad, not bad!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s