You can never get enough

Enough of this stuff

It’s Friday I’m in love!

TCHEEEE que delicia de vida londrina! Se quarta passada foi o turning point (quando anestesiei uma senhora com dissecção aórtica e cheguei em casa mongol de felicidade e autoconfiança de que a cada dia eu veria melhora), ontem foi meu melhor dia de trabalho até agora! Induzi minha primeira cardíaca sozinha no UK e foi tudo tão liso, tão lindo, tão exatamente como eu tinha planejado, que eu nem precisaria de mais nada pra que fosse um dia maravilhoso! Depois tivemos mais várias torácicas e to amando mais do que nunca!

Outra coisa que adoro: 5 pacientes. Kosovo, Chipre, Inglaterra, Inglaterra e Nepal! Fui fazer o pre do nepalês e a filha tava junto, traduzia algumas coisas. Eu como sou curiosa e cara de pau, quando tenho a oportunidade de perguntar que língua é essa que as pessoas tão falado e eu não reconheço, mando bala! Entre os funcionários do hospital também é muito massa, tem muitossss filipinos, de vez em quando ouço na copa duas delas conversando entre si em filipino e acho demais. Ontem o enfermeiro que ficou cuidando desse meu paciente da cardíaca na UTI era o Tiago, um portuga gente boníssima, dai no fim do dia fui ver como ele tava e no final agradeci em português 😀

Ai só pra potencializar aquele sentimento bom de sexta-feira, sai pra dar uma volta em Fitzrovia à procura de um food truck de comida tailandesa que eu tinha visto no Foursquare, só que vi errado os horários de funcionamento, achei que era do meio dia às 2AM! Mas era PM!!! Hahahahah tansa! Tem vários lugarzinhos que capitalizam no tanto de escritórios que tem ali por perto. Aqui a maioria das pessoas mal almoça, às vezes come só um sanduíche ou algum outro prato rápido. Até abriu um tempo atrás um restaurante por kg perto de Oxford Circus, lembro de ter visto na TimeOut em outubro porque a notinha comentava que esse tipo de restaurante é comum no Brasil, hehehehe… Mas sinceramente duvido que tenha se dado muito bem, pq quase ninguém passa mais que 20 minutos, meia hora no máximo almoçando! Mas enfim, ai acabei comendo uma pizza num esquema meio fast-food italiano que era enorme e muito barata, sempre lembrando que cada coisa que eu pago na verdade custou 4,61 vezes aquele valor e mandando um grande abraço para essa agradável senhora que temos como presidente. E voltei pra casa pra ligar pro pai e pra mãe e arrumar as malas, que hoje (nesse exato momento), sábado de manhã, to indo pra Stratford-upon-Avon passar o fim de semana com o Alex e conhecer a cidade, que é onde nasceu – e viveu boa parte da vida – Shakespeare 🙂

Outra coisa que amo de paixão é a pontualidade britânica, hehehehe. Tenho a sensação de que o meu tempo rende, sabe? Que cada minuto é mais aproveitado?! Talvez seja só porque eu sei melhor quanto tempo os deslocamentos vão levar (te amo, Google Maps!), mas por exemplo, segunda fiz várias torácicas com um staff que tem fama de ser meio ranzinza mas que na verdade é muito gente boa quando você respeita e faz as coisas direitinho (ele é meio TOC com algumas coisas, mas tudo tem uma razão de ser, então acho até bom criar rotinas assim). Então ele foi super gente fina e paciente o dia todo, me explicando as condutas, extubamos nosso último paciente às 16:15. Veio o técnico em radiologia pra fazer um rx de tórax, que estava feito às 16:22. Nisso esse staff puxou um papo que eu adoro, que é gerenciamento de crises em anestesia! Só que eu tinha que ir até as 17h no RH, que fica no prédio-mãe, na frente do hospital geral, que por sua vez fica a 1,3km do THH!!! Mas não queria cortar a conversa, então dei corda até as 16:32, subi correndo pro quarto pra me trocar, as 16:37 tava saindo do hospital, as 16:48 cheguei no RH e UFA!!! Antes das 17h tava saindo de lá com toda a papelada resolvida e meus detalhes de conta registrados para (Inshallah! Hahahah Jade mandou lembranças) receber minhas £££ daqui a uns 10 dias! Agora me diz, você amiga ou amigo que não morreu de tédio com essa descrição: existem 45 minutos mais bem-aproveitados que esses?! 😉

Ah! Outra coisa engracadíssima: nesse dia, correndo entre um hospital e outro, entendi as pessoas que andam pra cima e pra baixo em Londres de patinete! Hahahaha sim, MUITOS adultos de patinete, acho um sarro! Mas invejei muito naquele dia! Também tem bastante gente também que vai de trabalhar correndo. De roupa de corrida e mochilinha nas costas! Qualquer negócio pra encurtar o tempo de deslocamento. O londrino tem pressa!

Falando em tempo de viagem, hoje to indo de ônibus (2h50) pra SuA porque a linha do trem (1h50) teve que ser arrumada depois de uns desmoronamentos em janeiro. Já voltou a funcionar, mas como a empresa que faz essa linha perdeu milhares de pounds nesses período, só tem passagem com o preço normal de £28. To indo de ônibus, ida e volta por £14, e me sentindo muito espertalhona. Hahahaha 🙂

Agora vou seguir viagem com meu companheiro de todas as horas: Pip!

PS.: fotos de qualidade sofrível porque minha câmera de trás do celular simplesmente morreu durante o voo pra ca. Sem problemas ne, afinal nem vejo 1936 coisas por dia que queria fotografar e compartilhar! Tsc tsc tsc.

Anúncios

4 respostas em “You can never get enough

  1. Gabi!! Estou amando ler o seu blog! Essa noite até sonhei que fui aí te visitar! Kkkkkk
    E estou me identificando muito! Aqui em Chicago ninguém almoça (não param mais de 10 min) e o Google maps é meu melhor companheiro também!!
    Bom final de semana!!!!!

    Curtir

    • Hahahah venhaaaaa!!!!
      Guria, então não rola aquele momento Grey’s Anatomy na cantina do hospital? Heheheh aqui só rola isso entre os residentes de cirurgia, que tocam todas as cirurgias do dia freneticamente e depois “almojantam” na cantina. Ontem sai do CC as 17:30 e eles tavam almoçando… Não sei como conseguem!

      Curtir

  2. Gabii,
    “Descobri” por acaso, depois de acessar o seu profile no Insta, que vc tem um blog! Adoro ler as descrições históricas dos lugares que vc frequentou e,agora, amando o compartilhamento das suas experiências como médica numa cidade que tanto amo e desejaria morar (e,se desse certo,trabalhar).
    Ainda estou na elaboração de um email…eu vou mandar!!rsrs.

    E sobre essa rotina dos médicos abrirem mão do almoço,acho que é justificado pelo café da manhã reforçado na gordura e proteína – ovos, feijão,bacon,cogumelos e outros ingredientes mais 😉 . O estômago vai bem até umas 04:00pm sem roncos!rs

    Beijao

    Curtir

    • Hahahah concordo que o Full English Breakfast mata a fome de café da manhã, almoço e se bobear até jantar, mas o pessoal não come tudo isso todo dia não! Haja coronária! Mas já me adaptei bem, normalmente pelas 11 da pra escapar pra um lanchinho relâmpago (iogurte, fruta etc) então agora já me acostumei com o almoço pelas 13, 14h.
      Que bom que vc gosta, eu adoro compartilhar tanto aqui quanto no Insta! Pode mandar o e-mail sim! ☺️

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s