Flatshare nightmare

(Música no título tava bom enquanto eu tinha idéias espontâneas, agora- alguém me diz que música usar pra falar sobre alugar apartamentos?! Hahahaha tradição sumariamente suspensa até segunda ordem!)

Meu sumiço tem nome, sobrenome e endereço! Flat searching in London.

Imaginem, caros amigos, uma pessoa que nunca procurou um apartamento pra alugar na vida. Agora imaginem essa pessoa procurando apartamento pela primeira vez no mercado imobiliário mais dinâmico e louco do mundo! Thrown in at the deep end, né?! Quem mandou querer pular na parte funda da piscina?! Agora tem que aprender a nadar na marra ;)))

O esquema é o seguinte: um jovem profissional sozinho em Londres tem essencialmente duas opções. Pagar caro (estilo mais da metade do salário a bem mais da metade do salário) pra morar sozinho em um apê razoavelmente novo lá em cafundódojudasshire, passar uma hora e meia no trem-ônibus-metrô todos os dias pra chegar no trabalho e não poder ir nos happy hours cozamigos porque o último trem é a meia noite e pra chegar lá tem que sair do centro de Londres às 23h… ooooou pagar caro (estilo um terço do salário) por um quarto em um apê razoavelmente velho a muito velho no centro de Londres -entendemos por centro de Londres zona 1 e zona 2 do metrô-, conhecendo pessoas diferentes, abrindo a cabeça e aprendendo a conviver com outras culturas, ao mesmo tempo em que otimiza o tempo de viagem para o trabalho e fica bem no meio da muvuca maravilhosa que é essa cidade 😀

Existe ainda a opção secreta número 3, que é dividir um quarto com alguém, que é o mais barato e acaba às vezes sendo a opção de quem acabou de chegar, tá sem emprego ou com poucas horas de trabalho etc. Claro que exige altos níveis de tolerância e abdicação de privacidade em geral, mas é uma possibilidade! E tem gente que até curte, afinal de contas nesse comecinho é tudo festa e nem procurar flat ou dividir apartamento abala a felicidade do mais novo morador de Londres!

Quando é um casal, a coisa muda um pouco de figura, mas esse não é o nosso caso, já que o Alex tinha que estabelecer moradia fixa em Stratford-upon-Avon como parte do contrato do doutorado.

Mas aí assim, escolhida a opção número 2, vamos aos sites de anúncios. Gumtree, FlatShare, SpareRoom, MoveFlat, o que não falta são classificados. Existe todo tipo de pesquisa que você imaginar. Quer escolher pela linha do metrô? Ok. Prefere escolher pelo tempo que vai levar até chegar ao trabalho? Escolhe aí. Ou quem sabe vamos limitar a pesquisa a zona 1-3 do metrô? Passa os fins de semana em outro lugar e quer alugar só de segunda a sexta? Só quer flatmates vegetarianos? Prefere dividir a casa com alguém com outra orientação sexual? Precisa que a casa permita bichos de estimação? Faz questão de ter uma sala de estar?

Quase chorei de rir domingo quando encontrei 22 coisas frustrantes sobre procurar flatshares em Londres!!! Porque por enquanto é isso mesmo: procura frenética com 298 abas abertas no navegador, textinho padrão sobre quem sou e a que vim (haha), caixa de entrada absolutamente lotada de avisos de resposta, já estou macaca velha e quando tem “cosy” no anúncio já fico ligada que pode ser que a porta do quarto nem abra completamente, já estou considerando dividir meu humilde lar com gatos, cachorros e papagaios caso o apê seja bom e os flatmates sejam legais, orientação solar já saiu do rol de pré-requisitos e passou a ser um extra há uns 10 dias, enfim! A maioria dá vontade de sentar no cantinho e chorar, mas a caça ao tesouro imobiliário londrino prossegue!

Sábado fui ver um flat enorme, do outro lado da rua da estação do metrô, quarto bonitinho, espaçoso, sacada, flatmates muito gente boa, cozinha boa, sala de estar, que nem todos os apartamentos têm porque alguns convertem a sala em mais um quarto pra dividir o aluguel em mais pessoas… Confesso que não morri de amores de início mas ao longo do fim de semana fui me empolgando e vendo mais coisas positivas. Depois de aguardar ansiosamente o domingo todo por uma resposta, no fim do dia o guri me avisou que o quarto tinha sido alugado por outra guria. Meu primeiro coração partido em Londres! Hahaha daí passei brevemente pela fase 4 da busca por apartamentos em Londres, ódio por todas as coisas do mundo.

Mas como boa pessoa resignada após um pé na bunda, sentei na frente do computador e não sosseguei até ter pelo menos mais 4 marcados pra ir ver!

Adoro escrever aqui e sempre passo o dobro, triplo do tempo que pretendia, mas preciso dormir. Só quero deixar registrado aqui que para cada momento de desespero e angústia do tipo “CHEG˜A, será que não vou achar um lar nunca?”, existem umas 5 gargalhadas, internamente ou até externamente mesmo. Domingo fui ver um flat lindinho, localização excelente, 3 minutos do metrô, móveis novos, negociação direto com o dono, quarto face leste com solzinho da manhã entrando, chuveiro bom, perto de supermercados, lojinhas, cafés e restaurantes, área boa da cidade. Eis que eu e o guri espanhol que fomos ver ao mesmo tempo estávamos na cozinha fazendo umas últimas perguntas e o dono solta: “a única coisa que vai mudar na verdade é que o vizinho de baixo reclamou que ouve muito os passos das pessoas, então apesar de eu gostar muito do piso que escolhemos originalmente, resolvi mudar e mandar colocar um carpete duplo, wine-proof, em toda a casa, pra evitar problemas”. INCLUSIVE NA COZINHA! Haja amor pelo vizinho, Batman! Eu ia mandar o vizinho arranjar o que fazer fora de casa e morrer abraçada com meu lindo piso laminado de madeira escura! Hahahahaha

Certamente terei mais causos pra compartilhar, essa semana tô na UTI das 8 às 20h, ontem fui ver mais um flat às 21h mas hoje tô exausta, então já marquei mais uns pro fim de semana. Perspectiva é tudo nessa vida! Assim como em qualquer relacionamento ou emprego, não estou procurando um quarto/apê/flatmates perfeitos, mas sim cujos defeitos eu ache que vale a pena tolerar e conviver porque as qualidades ganham! Quem viver, verá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s