Vôos open jaw (ou: conveniência versus economia)

*** BAH que deprê!!! Passei o vôo de Amsterdam pra cá inteiro escrevendo o raio do post e o WordPress deu pau na hora de publicar e usou o resumo que eu tinha salvo antes de embarcar. Joia! Vou tentar lembrar aqui.

 

Hoje de manhã, postei uma foto no Instagram contando minha saga nessa ida ao Brasil, que está me rendendo uma economia de mais de £200 do meu rico dinheirinho.

Como algumas meninas me perguntaram como fiz pra encontrar essa barganha e eu tô de bobeira aqui no aeroporto Schipol em Amsterdam, resolvi explicar a lógica (e as roubadas) dessa estratégia.

Os impostos ingleses sobre vôos de longa distância são bem maiores do que os impostos praticados na Europa continental – por isso que o bordão Londres é cara, velho conhecido dos brasileiros, já começa a valer na hora de marcar o vôo. Qualquer vôo transatlântico partindo de Londres será, com raras exceções, mais caro do que vôos para o mesmo destino partindo de outras grandes capitais européias.

Por isso que, pra quem já conhece Londres e tá planejando uma viagem pela Europa, eu recomendaria evitar terminar por Londres, já que isso encareceria o custo do vôo. Mas se a pessoa não conhece Londres, eu diria pra deixar por último, já que né… depois de Londres, as outras são as outras e só 😉

Mas quem se interessou mais pela dica foram as brasileiras morando em Londres – é difícil achar vôos diretos em promoção pra essa rota e qualquer economia é sempre bem-vinda. A melhor maneira de evitar os altos impostos ingleses é simples: não voe a partir de Londres!

Vôos open jaw são vôos de ida e volta, mas que saem de uma cidade e voltam para outra, ou vão para uma cidade e voltam de outra. Por exemplo, meu vôo hoje:

  • Ida: Amsterdam para Guarulhos com conexão em Londres;
  • Volta: Guarulhos para Londres direto.

Como tantas outras coisas na vida, trata-se de uma equação simples entre conveniência e economia. Faz questão de voar de Heathrow? Você vai pagar mais caro por esse conforto. Suas esperanças de um vôo mais em conta são promoções relâmpago, que nem sempre acontecem quando você precisa, ou tarifas “erro”, quando a companhia divulga o preço antes de somar taxas de combustível e etc., e se você encontrar uma dessas, seja rápido no gatilho porque ela desaparecerá tão rápido quanto surgiu! Por outro lado, se você prioriza mesmo é a economia, vai ter que aceitar certas inconveniências.

Falando em inconveniências, vamos a elas:

– o seu voo sai de uma cidade onde você não está 😱😱😱 hahaha você comprou uma passagem partindo de (Paris, Amsterdam, Madri, Milão, seja lá onde seu voo internacional comece) e portanto deverá comprar uma passagem em separado para chegar até lá. Então tem que botar na ponta do lápis quanto vai custar esse extra e aí sim ver se vale a pena, senão você pode facilmente acabar sem a economia nem a conveniência!
– isso também significa que você deverá pagar bagagem extra na sua passagem de Londres para  (Paris, Amsterdam, Madri, Milão, seja lá onde seu voo internacional comece) para despachar uma ou mais malas de até 23kg, que é o limite padrão em voos dentro da Europa. Importante lembrar disso na hora de computar os custos. Então se você é aquela pessoa que curte aproveitar ao máximo a franquia de bagagem generosa que podemos levar pro Brasil e viaja com 2 malas de 32kg, mala de cabine, bolsa oversized, sacola do duty free, gato, cachorro e papagaio, o vôo open jaw não é uma boa pra vc 😂

– um dos grandes riscos de fazer reservas separadas é que, caso seu primeiro voo atrasar (por exemplo, de Londres para Milão, de onde sai o seu voo open jaw), não vai ter choro nem vela e você perderá a viagem internacional toda. Então é muito importante deixar um tempo considerável nessa perna da viagem, lembrando ainda que você precisará pegar a sua mala na esteira de bagagem, sair para o saguão do aeroporto, e despachá-la novamente (dessa vez até a sua origem final, no caso SP ou Rio)

– é importante ficar de olho vivo no tempo de conexão para o Brasil, caso seu voo não seja direto – no meu caso, comecei oficialmente a viagem em Amsterdam e fiz conexão em Londres. No meu caso, a primeira busca que eu fiz me dava um tempo de conexão de 1h15min em Heathrow. Mesmo sendo só para desembarcar, passar pela segurança e embarcar de novo no mesmo terminal, é apertado. Alguns portões são distantes e você nunca sabe quando vai ficar atrás daquela família com 5 crianças e uma mãe cheia de pulseiras e líquidos na mala de mão, hahahaha então continuei procurando até encontrar um tempo maior de conexão para as mesmas rotas. Claro que dá pra vc encarar um tempo curto – antes de achar uma alternativa, eu tava pensando em encarar, mas aí já comecei a me preparar mentalmente e fazer escolhas que aumentariam minha chance de sucesso: “vou viajar de tênis e mochila, ao invés de sapatilha e bolsa, pra me movimentar mais agilmente”, “não vou levar o laptop pra não ter que tirar da mochila na segurança” e assim por diante. Nesse caso, se você perder o voo você não terá custos, já que é tudo parte da mesma reserva, mas deve ser muito frustrante!

Tendo tudo isso em mente, você pode achar opções muito legais! Eu tive sorte dessa vez: achei um voo de preço ótimo, partindo de uma capital próxima de Londres, com uma companhia aérea que considero excelente e conexão “em casa”, já conhecendo o aeroporto, amenidades, onde carregar o celular etc etc. Minha cunhada e o namorado vão pro Brasil semana que vem pagando ainda menos, num voo da Ibéria a partir de Madri. Aí vai de cada um traçar o limite do aceitável né heheheh eu tive uma péssima experiência com a Ibéria uns anos atrás, então quando posso, evito. Mas o preço que eles acharam era imperdível então eles foram com fé!

E como ache esses voos?

É só usar sites que permitam buscas multi-destino, como SkyScanner, Expedia, LastMinute. Aí você escolhe suas datas e começa a brincar com as opções, partindo das grandes capitais europeias.

A ideia é conseguir um voo direto na ida daquela cidade x com a companhia nacional daquele país. Eu topei essa função hoje porque era BA e conexão em casa gastava menos energia mental do que qualquer outro lugar, mas digamos que eu fizesse a busca partindo de Amsterdam e aparecesse um voo da TAP com conexão em Lisboa, eu ia fazer uma nova busca partindo direto de Lisboa, entende?

Enfim, achei que valeu muito a pena a economia que fiz porque tava cheia de energia, empolgada com as ferias, e na volta vou ter um voo direto de Guarulhos pra casa, que pra mim é uma prioridade. Espero que a explicação tenha sido útil. Se esse post ajudar só uma pessoa que seja a achar voos mais baratos, vou ficar super feliz!

Anúncios

2 respostas em “Vôos open jaw (ou: conveniência versus economia)

  1. Oi Gabriela, tudo bem? Eu também sou médico e, exatamente agora, estou passando pela mesmíssima coisa que você vivenciou. Fui aprovado para fazer um Fellow no King’s College London (Guys & St Thomas NHS), e mesmo sem registro no GMC, o staff do hospital gostou muito de mim e agora precisarei passar pela via crucis de se registrar no GMC. Porém estou muito confuso, apesar de ter lido duzentas vezes tudo do site deles… Será que haveria uma forma de eu te mandar e-mail ou conversar por Skype, WhatsApp, mensagem em garrafa? This is freaking me out! Obrigado e parabéns pelo seu blog!

    Curtir

    • Oi Rafael! Que legal, parabéns pela conquista! E não se despespere 🙂 heheheh parece meio overwhelming à primeira vista, mas a parte mais difícil, que é conseguir emprego, você já fez. Agora é só ir juntando os documentos! Faz o seguinte, me manda um email em gabiemlondres@yahoo.com.br, (às vezes demoro um pouquinho pra responder porque vivo correndo) mas se puder já me diz no email se você tem cidadania européia ou não, aí já vou conseguir entender melhor se teu processo de validação com o GMC vai ser semelhante ao meu ou não! Abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s