Crepioca

Gente, alguém no Brasil ainda não ouviu falar em crepioca? Esse treco virou febre entre as musas fitness (haha) e nutricionistas há anos e, desde então, the world and his wife estão comendo.

Quando eu morava no Brasil eu fazia com requeijão, e ano passado até tentei fazer com o requeijão dinamarquês feito para árabes com rótulo ilegível que a gente encontra no mercado aqui em Londres, mas apesar de ser suuuper cremoso e denso, ele não tem tanto gosto de queijo quanto o requeijão brasileiro e achei que ficou meio sem graça, então abandonei esse barco e praticamente esqueci da tal da crepioca.

Eis que outro dia fui caminhar com a Sophie, passamos numa lojinha brasileira na volta e ela falou que ia comprar tapioca pra fazer pão de queijo de frigideira. “COMO ASSIM GURIA, o que é isso?!!! Vivo morta de saudade de pão de queijo!” e quando ela me explicou, era a crepioca, só que feita com queijo cottage ao invés de requeijão.

Mas a minha crepioca, caros amigos, não é uma crepioca: é uma crepivilho. Hahahaha minha lógica é que com tapioca eu faço tapioca, oras, então prefiro guardar a tapioca como opção pra outras refeições e lanches. Aqui isso vale mais ainda, porque tapioca custa mais caro do que polvilho, pelo menos nos lugares onde já comprei.

Comprei os dois e cheguei em casa louca pra fazer, mas não tinha queijo cottage – e vamos combinar, queijo cottage não merece nem o nome glorioso de queijo né?! Não tem gosto de nada, minha gente! Devia se chamar “caseína num potinho” hahaha. Mas eu tinha queijo feta, e aí é que a mágica aconteceu! AMOR profundo e verdadeiro!!! Queijo feta, pra quem não conhece, é um queijo grego feito com leite de ovelha e de cabra, bem salgadinho. Já na frigideira dava pra sentir o cheirinho de pão de queijo emanando e enchendo a cozinha de felicidade (hahaha #brega). Sério, ficou muito bom mesmo. Não enjôo nunca, e ainda por cima já acordo ansiosa pelo café da manhã. Até abandonei o mingau de aveia com mel, o iogurte, tudo, porque pão de queijo >>>> qualquer outra coisa.

Então já que algumas meninas pediram no instagram ontem, aqui vai a receita ultra simples e rápida de fazer, que hoje fiz em dobro porque acordei faminta:

  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de polvilho (ou tapioca)
  • queijo feta a gosto (coloco uns 40-60g)

Tem queijo feta pra vender no Brasil hoje em dia?! Quando eu morava em Floripa não tinha. Mas acho que com queijo minas bem picadinho deve ficar parecido.

Algumas receitas sugerem adicionar leite, mas eu gosto dela mais densa mesmo, mais pra omelete do que pra crepe sabe?! Se quiser que fique mais tipo crepe, recomendo bater no liquidificador, porque o queijo fica pedaçudinho então o crepe vai ficar muito quebradiço se a massa não for homogênea. 


E aí é só colocar numa frigideira anti-aderente com um pouquinho de óleo, virar quando estiver douradinha e pronto. Rápido, fácil, pá-pum, e sacia que é uma beleza!

Muita gente gosta de rechear e tals, mas eu amo tanto a massa em si que prefiro comer pura, às vezes com um pouquinho (ou um poucão, haha) de requeijão.

 

Anúncios