Quanto mais queijo, menos queijo

Eu adoro escrever aqui, mas quanto mais coisas acontecem, menos provável é eu sentar pra registrá-las. É o paradoxo do queijo suíço. Quanto mais queijo, mais buracos, e quanto mais buracos, menos queijo. Logo, quanto mais queijo, menos queijo. Quanto mais posts, menos posts.

Desde setembro, não só aconteceram mil coisas que eu quero registrar, como também minha rotina mudou por completo. Estou trabalhando menos e com uma rotina muito, muito mais previsível #aleluiairmãos. Mas também estou estudando pra uma prova importante e super difícil, então o fato de ter mais tempo disponível não significa que tenho mais tempo livre. Acabo não me permitindo abrir o painel do blog pra escrever porque quando me empolgo fico séculos divagando, e agora não dá pra abrir espaço pra essa empolgação, hehehe.

Porém, contudo, todavia… acabei de sair de um plantão e essas primeiras horas eu nem tento estudar, porque é frustração na certa. Então vim tomar um café da manhã na Patisserie Valerie antes de ir pra casa e resolvi aproveitar pra dar as caras por aqui enquanto termino meu enésimo chá do dia antes das 11 da manhã!

Nos últimos dois meses, eu passei uma semana na Itália com o Alex e os amigos dele, subi um vulcão em atividade, fui ao meu primeiro casamento gringo, arrumei meu home office (e -pasmem!- mantive organizado), saí de um emprego, comecei em outro, me dei conta de algumas coisas curiosas sobre dividir apê, voltei a me exercitar regularmente, comemorei meus 29 anos na Hungria, fiz um curso de meditação para iniciantes, finalmente marquei e planejei minha ida ao Brasil em dezembro, passei pelo meu primeiro perrengue tipicamente setentrional, aprendendo um bocado sobre aquecimento central no processo, e… resolvi de última hora fazer uma prova em novembro que estava planejada para março de 2017.

A prova é semana que vem, e depois dela eu tenho mais uma maratona que é a finalização do meu objetivo profissional inicial ao vir pra cá, a certificação em eco transesofágico. E como eu seeempre faço isso comigo mesma, meu tempo já está todo contado desde o dia da prova até a entrega do logbook, que é seguida imediatamente por um plantão, uma mini viagem, outro plantão, e a minha ida ao Brasil! Não pára, não pára, não pára não!

Mas como depois da prova tudo fica um pouco mais relax, quero sentar pra escrever sobre pelo menos metade das coisas que eu descrevi ali em cima, porque senão começa 2017 e, apesar desse ano ter sido meio ˜ixcroto˜ como diria um colega de residência lendariamente carioca, acho que nenhum ano antes na minha vida contribuiu tanto pro meu crescimento!!! Então nada mais justo com o meu eu futuro que eu registre aqui pra posteridade tanto quanto possível the good, the bad and the ugly de 2016 certo?!

Anúncios

3 respostas em “Quanto mais queijo, menos queijo

  1. Aguardando a prova passar para, então, vc poder divagar com mais calma por aqui.😉
    Tenho ido atrás tb da meditação e lembro q vc colocou uma foto do local onde vc foi no Instagram, 🤔
    Um tanto curiosa pela razão q a levou em se interessar pela
    Pratica e os resultados na sua vida!!

    Bjaoo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s